sábado, 26 de setembro de 2015

PRESA SINGELA

Surtei assombrosamente                          
quando conversamos ontem,
ainda nem dormi...
Meu cigarro acabou
no começo da noite
morri e revivi várias vezes
gastando tantas vidas...
Talvez à toa,
pensando ser alguém
que as possuíssem.

Esse destino me caçoa
deixando sempre eu acordar
mesmo não estando pronta.
Nem sei, quantas vidas carrego!
você sabe? Me conta.

Não sei se isso é bom,
que porra de animal eu sou,
que garras irão me perseguir
para poder apenas
morrer como uma presa singela.

Vesti tantas fantasias
depois que eu decidi chorar,
a cinta liga de puta me serviu tão bem,
justamente em mim
que tenho tanto pra rezar
justamente em mim que quero
a chuva me encharcando
e retiro tudo que impede
dela me desmanchar.

Eu deveria calar a boca,
só para escutar alguém
mas quando precisar mentir,
não saberei como fazer!
Você sabe? Me ensina.

E se eu precisar me reconhecer
não saberei qual voz é minha
nem a última que me resta,
se você sabe que bicho eu sou
então me adestra.

Marcos tavares

terça-feira, 15 de setembro de 2015

SOPRO DO VENTO

Foi de olhar figuras nas nuvens                     
que meus olhos se perderam
não sei se foi o sopro do vento
que me carregou
ou o brilho que havia neles
que me enfeitiçou..
vivo esperando elas se juntarem
pra se desmancharem em chuva,
preciso apenas tirar o pó dos meus olhos
que se encantaram,
ao vaguear o céu,
vivo esperando 
as estrelas se desvelarem 
pra ver sorrir meu coração
que não se importa em cair
por tentar voar
nem lamentar
perder o chão
por viver a sonhar
com a imensidão.  


Marcos tavares

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

CADA MAL

Eu te quero assim, desaforada,
escapando entre meus dedos. 
Mandona, arredia, impaciente,
não olhando meus olhos
bêbados de amor.

Eu te quero em mim, 
não artificial, 
como qualquer defeito meu, 
cada mal, 
como cada medo 
que vivo e viverei.

Eu te quero com a sua dor, 

com seu rancor,
com tudo aquilo que me mostra 
porque eu me encantei.

Mas se um dia,
eu quiser te ver diferente,
fuja!, já não tenho certeza, 
...fracassei,  
Ignore meus olhos
cheios de lagrimas,
deixe-me só 
com minhas mentiras,
este amor terá partido, 
será hora de recomeçar.


Marcos tavares 

terça-feira, 1 de setembro de 2015

VOCÊ FOI FICANDO EM MIM


Você foi ficando em mim,    
me guiando em teus braços,
foi tirando o que havia ruim,
colorindo os meus passos.

Você foi grudando em mim,
preenchendo os espaços,
à minha pele se misturando
desenhando os teus traços.

Você foi cuidando de mim,
foi abrindo portas e frestas,
removendo antigas feridas,
bailando em mim como festa.

Você foi me dando raiz,
foi curando meus cortes,
com cuidado pra não me ferir,
me deixando feliz e mais forte.



Marcos tavares