domingo, 4 de setembro de 2016

TARDE DE DOMINGO

oh vontade besta de chorar, 
de tirar do peito uma coisa
que nem sei mais o que é
oh saudade do que não vivi
saudades até de outras doenças...

tenho tantas outras dimensões
mas esqueci como medi-las
nem os gritos, nem as ofensas
não sei mais suas medidas
só meu coração saberia

Amor, quem dera fosse !
Sei bem que não é a mim mais
que me viria, sei bem das minhas mãos
o que fariam
sei bem das minhas lutas
as derrotas, as navalhas, as vigílias...
não me valho de torna-las óbvias
(como seriam)
amenizo a existência sem existir
oh vontade de estar em teus braços ainda


Marcos tavares