terça-feira, 21 de maio de 2013

APEGO

Tenho tantas necessidades!
Poema, cinema, porão.
...sentir calma.
Cremes estranhos que ardem na pele.
Ansiolíticos, palitos de dente,
meias de algodão,
tristeza de branco.

Tenho necessidade do diabo.
Chinelos, chuveiros, criar pombos,
emprego, dinheiro, flagelos.
Sentir raiva aos domingos.
Incenso, cavernas, segredos,
pão com manteiga, carregar bússolas...
Água com açúcar.

Tenho necessidade de gente.
Cartomantes, perfume, vitamina d,
ouvir musica de preto.
Abraços, ventania, imensidão,
ouvir as batidas do coração,
trancar gavetas, balas de hortelã,
andar descalço, doce de leite.

Tenho necessidade de Deus.
Coentro, solidão, chuva,
...ter alegria.
Sentir cheiro de feijão,
gomos de laranja,
gotas de novalgina,
horas e horas
dentro de mim.


Marcos tavares