terça-feira, 30 de junho de 2015

CORRENDO PERIGO


Eu poderia tentar dizer
o que é melhor pra você.
Infelizmente eu não sei.
Não dê esta experiência a alguém,
você terá que aprender vivendo.
Até porque, tudo vale o risco,
e eu desconheço meu tempo.
Vivo na véspera.

Eu poderia até dizer
o que penso sobre suas escolhas,
mas eu nunca consigo olhar o mundo
a não ser pelo meu umbigo.
Você deve remar com seus braços
até porque tudo é permitido,
e eu não tenho janelas
vivo dentro da minha cela.

Eu poderia dizer o que eu já vivi
e o que vibra dentro de mim,
mas os conselhos alheios
não conhecem os seus anseios,
você vai ter que usar os seus sentidos
pois eu não tenho certezas,
vivo correndo perigo


Marcos tavares